José Valdir Pereira
 
 
 
José Valdir Pereira
     Inicio   
 



Quando Vens?

QUANDO VENS?

Temos que seguir...
preciso que venhas...
É primavera...Eu sei!
São tantas as flores...Há tanto amor!

...E elas me lembram a leveza do teu perfume...
...a sutileza dos teus lábios e o jeito carinhoso da tua boca, levando-te ao caminho casto.

(...)

Quando vens?

Já são tantas, as primaveras longe de ti!
E se não são as lembranças, quão à toa seguiriam meus desejos...

E quantas serão mais, as primaveras?
...e sempre vou à janela para ver se já vens...
se chegaste com a primavera...
porque são tantas as flores...
porque há tanto perfume do teu corpo...do cheiro que espargem...

Essa ansiedade me tortura...
Se não vens, vou enlouquecer...
não suportaria outra primavera longe de ti!

Quando vens?

 - jose valdir pereira -



Leia mais +

    Espaço do Leitor

Este site é um projeto cultural sem fins lucrativos.
A veiculação de textos, voz e imagem não é remunerada.
As idéias e opiniões expostas por colaboradores e homenageados podem não ser necessariamente as mesmas do Editor.
O site respeita a liberdade de expressão e a pluralidade de comportamentos.


Copyright ©2004 - Todos os direitos reservados.